A energia fotovoltaica é uma energia limpa, renovável e infinita, captada através do sol. O Brasil é um dos países com maior potencial para a captação e utilização dessa energia, e vem crescendo exponencialmente nesse setor nos últimos anos. A cada dia que passa, mais pessoas tem interesse em investir em sistemas próprios de abastecimento energético, a fim de diminuir gastos mensais ou abastecer locais aonde a rede de energia não chega ou é instável e com constantes quedas.

 

Quem escolhe implantar um sistema com painéis fotovoltaicos, e gerar energia limpa e renovável, colabora com o meio ambiente, diminuindo as agressões causadas pelo consumo desregrado de combustíveis não-renováveis, como carvão, petróleo, gás natural e urânio.

 

Com relação à Geração Distribuída (GD), que é a geração pelos próprios consumidores, que inclui todas as fontes de energia renovável utilizadas no país, o número de instalações tem sido crescente, e em 2016, bateu 5.040 instalações. Entre essas fontes estão não apenas a energia fotovoltaica, gerada pelo sol, mas também a eólica, oriunda do vento, biomassa, de matéria orgânica, e hidráulica, de rios e correntes de água doce, entre outras.

 

Energia fotovoltaica - 3S ProjetosSegundo a Associação Nacional de Energia Elétrica (Aneel), em 2015, no período de julho e setembro de 2015, foram registradas 1.148 instalações para geração de energia renovável. Em 2016, neste mesmo período, o número subiu exponencialmente, gerando um aumento de aproximadamente 440%. Já o setor de energia fotovoltaica cresceu sozinho 300%, considerando apenas os dados oficiais registrados pela Aneel.

 

Pesquisas disponibilizadas pela Aneel estimam que até 2024, mais de 1,2 milhão de geradores de energia solar deverão ser instalados em todo o Brasil, em empresas e casas, representando 15% da matriz energética brasileira. Até o ano de 2030, a associação acredita que o mercado de energia fotovoltaica deverá movimentar sozinho cerca de R$ 100 bilhões.

 

A escolha de investir em painéis fotovoltaicos apresenta diversos benefícios, incluindo a valorização do imóvel e a redução de custos com energia, além de ser extremamente simples e fácil de instalar, em telhados residenciais e comerciais. Um sistema como esse tem a duração de pelo menos 20 anos, e apesar do custo alto, o retorno previsto para o consumidor é de no máximo 8 anos.

 

Fonte: CiclioVivo

One thought on “Energia solar fotovoltaica cresceu 300% no Brasil em 2016, e até 2030, deverá representar 15% da matriz energética brasileira

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *