IoT - 3S Projetos

Durante a 6ª edição do Growth, Innovation and Leadership Summit, que aconteceu em São Paulo, a Frost & Sullivan apresentou os resultados de seu mais novo estudo, “O Mercado industrial brasileiro de Internet das Coisas, Cenário para 2021”, e mostrou que no ano passado, o Brasil movimentou mais de US$ 1,35 bilhão no mercado da Internet da Coisas (IoT), e quem puxa a fila é a indústria automotiva, seguida pelas verticais de manufatura.

 

O levantamento também projeta um crescimento significativo para os próximos cinco anos, que deve alcançar uma receita de US$ 3,29 bi, segundo especialistas. Essa estimativa da receita refere-se a hardware (módulo de conectividade e outros componentes), software e serviços diretamente ligados a soluções IoT.

 

O estudo “O Mercado industrial brasileiro de Internet das Coisas, Cenário para 2021” define como IoT todos os objetos de uso cotidiano que são conectados à internet e também conectados uns aos outros. A pesquisa exclui objetos e IoT que exigem interface humana para o funcionamento.

 

De acordo com o diretor de pesquisa e consultoria em transformação digital da Frost & Sullivan para América Latina, Renato Pasquini, “A tecnologia começa a ser embarcada nos produtos, junto com módulos de conectividade, permitindo às empresas extrair informações sobre a experiência do consumidor, analisar e definir ações. A IoT é uma revolução centrada no consumidor, e direcionada pela transformação digital”, comentou.

 

IoT - 3S ProjetosO gerente do programa de mobilidade da Frost & Sullivan, Yeswant Abhimanyu, garante que a indústria automobilística espera gastar mais em IoT nos próximos dois anos, uma vez que a telemática de veículos comerciais representou a maior parte da conexão M2M [máquina a máquina] no mercado brasileiro no ano passado. “A logística e o transporte no Brasil são baseadas principalmente em rodovias por causa da limitada rede ferroviária; e roubos de veículos e cargas são a principal preocupação. Empresas de diversos segmentos esperam ter perspectivas melhores neste ano e retomar suas iniciativas de investimento em tecnologia”, destaca.

 

O relatório também observou que o mercado de IoT no Brasil ainda é fragmentado, havendo grandes desafios para ampliar a capacidade de consultoria e integração para que as empresas do mercado de tecnologia brasileiro ofereçam soluções de ponta em IoT.

 

Fonte: Canal Tech

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *