Estrada solar - 3S Projetos

A China vem despontando nos últimos anos como o país mais empenhado na produção de energia solar: sua capacidade instalada é de 77 gigawatts. Agora, o país inaugura sua primeira estrada solar, um trecho de via expressa que gera eletricidade a partir da luz do sol.

 

Essa será a maior estrada solar do mundo, apesar de não ser a primeira a possuir essa tecnologia – a primeira está em funcionamento na França, e antes disso, uma ciclovia solar já fazia sucesso na Holanda. Desenvolvida pela Qilu Qilu Transportation Development Group, a estrada está sendo construída em Jinan, capital da província de Shandong.

 

O trecho da via possui 2 km, e pode converter a luz solar em eletricidade e transferi-la diretamente para a rede elétrica. A área coberta tem 5.755 m², e é composta por três camadas: um concreto translúcido na parte superior, painéis fotovoltaicos no meio e uma camada de isolamento na parte inferior.

 

Estrada Solar - 3S ProjetosSegundo o designer de projetos Zhang Hongchao, em entrevista a CCTV, “a estrada é capaz de suportar 10 vezes mais pressão do que as estradas normais de asfalto e a estimativa é que a área gere um milhão de quilowatts-hora de eletricidade em um ano”. Um quilômetro da via expressa já está aberta para testes.

 

Em um ano, ela poderia gerar 1 milhão de kWh. Essa energia será usada na iluminação pública e em um sistema para derretimento de neve na estrada, além de estações para carregamento de veículos elétricos, que serão adicionadas no futuro.

 

A inovação ainda esbarra em uma dificuldade muito questionada pelos pesquisadores, que é a de custo-benefício. O custo da estrada solar é alto: cerca de 3.000 yuan (R$ 1.500) por metro quadrado, significativamente maior do que o asfalto comum. A estrada saiu pelo equivalente a R$ 8,5 milhões, mas seus benefícios para o meio ambiente serão sentidos anualmente.

Fonte: Quartz

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *